Universidade de Harvard limita leite e lacticínios da pirâmide alimentar

25
14655
Lacticínios
Lacticínios

A Harvard School of Public Health procedeu a algumas alterações no campo da nutrição considerada ideal, ao limitar o consumo de leite e derivados da pirâmide alimentar.

A equipa de investigação de Harvard está a estudar uma alimentação sã, livre dos lobbies da industria alimentar.

O motivo pelo qual decidiram limitar os lacticínios prende-se pelo facto de que o consumo de lacticínios e derivados pode aumentar significativamente o risco de cancro de próstata e de ovários.

A investigação conduzida por Harvard conclui que a gordura saturada que se encontra nos lacticínios e os componentes químicos que são utilizados durante a sua produção, tornam-nos num alimento de alto risco.

Os lacticínios podem ser substituídos por legumes de folha verde, soja enriquecida e grãos de várias espécies, para substituir o cálcio.

Este artigo levanta várias questões, uma das quais coloca em causa  a ideia que se tinha de que apenas o leite e os seus derivados nos poderiam fornecer o cálcio e que deviam assim, fazer parte da alimentação.

Apesar de limitarem os lacticínios, mantiveram outros derivados animais e apesar de não apresentarem formas vegetais de proteína, sabemos que os legumes como os brócolos e os grãos contêm muita proteína. Conseguimos retirar o cálcio e a proteína que necessitamos sem utilizar lacticínios.

Vamos aguardar para saber que mais alternativas “livres de crueldade animal” nos chegam de Harvard.

Para quem pretende abdicar do leite animal, existem no mercado opções para fazer em casa o próprio leite 100% vegetal, natural e saudável, sem as hormonas, antibióticos e químicos que são usados muitas vezes pela indústria de produção do leite, quer animal mas também vegetal, pois nem todos os leites vegetais que existem no mercado são 100% naturais e muitos deles sofrem um processo de transformação que lhes tira toda a pureza e riqueza alimentar que o leite feito por si, em sua casa, lhe pode oferecer.

Fonte:

25 COMENTÁRIOS

  1. Todos nós somos mais ou menos intolerantes, á proteina do leite.

    Um nutricionista declarar que os benefícios que se podem obter através do consumo de leite (vitaminas, minerais e aminoácidos essenciais) são superiores aos prejuízos que daí advêm (inflamação do intestino, com todas as doenças a isso associadas), é um tanto ou quanto estranho.
    Todas essas substancias, podem ser encontradas em outros alimentos, muito mais saudáveis.
    Substituir o leite por bebida de soja, é trocar um mal por outro. Para quem necessita de beber algo parecido com leite, experimentar a fazer “leite” com farinha de amêndoa.

  2. Augusto Sousa acho vc muito impertinente ao ponto de chamar pessoas de canalhas ou idiota e vc é oq?senhor da verdade? Conhecedor supremo? Ou um especulador frustado querendo argumentar através de palavras inoportunas? Eu acho q o leite é importante e muito delicioso e acho que a carne é um alimento muito maléfico para o ser humano, pois nao precisamos de carne para a nossa condição, mas nao critico quem come carne ou cadáver ou qualquer animal.nao boto fé nessa pesquisa pq ela nao teve uma repercussão ou um impacto na comunidade, mas sei que o leite é tão importante para nós que todos estão vivos por causa dele, porém é sabido que o modo como é extraído nao é adequado e que causa danos a animal, porém já foi mudado e a meta é fazer prevalecer os direitos dos animais.

    Aqui é um local de pessoas serias que querem debater sobre algo de suma importância e nao um clã onde pessoas se ofendem e maltratam uns aos outros, sem respeito a nada, um reflexo da intolerância entre nós.

  3. Somos a única espécie que consome leite depois de adulto, como também somos a única espécie animal que consome vinho, somos a única espécie animal que produz suas vestimentas, que constrói carros, que anda de bicicleta, que vai para a universidade, somos a única espécie que tira férias durante o ano, somos a única espécie que mantém relações familiares por toda vida. Somos a única espécie que utiliza a internet em seus relacionamentos. Então filosoficamente vamos parar de consumir leite, pois somos a única espécie que consome apos adulto?

  4. Dizer que o homem é a única espécie que consome leite após adulto não é argumento!! Coloque um pires de leite para um gato, um cachorro um tigre e verás que eles bebem…pensa! Eles só não consomem porque não há supermercado no reino animal…possível dano a saúde não passa por aí…

  5. Muitos ainda não entenderam, nem querem entender, que a questão é, antes de tudo, ÉTICA. A crueldade imposta aos “animais de produção” está estampada em muitos vídeos sérios, como: Paredes de Vidro, Terráqueos, etanyos outros.
    As questões subjacentes ao uso de carnes e laticínios, como a ambiental e a da saúde dos “humanos” são importantes, mas não transcendem nossa ética utilitarista, antropocentrista e especista. Por uma ÉTICA BIOCÊNTRICA!

  6. Amigo Jorge,

    Não sei a que imagem se refere. Se for à primeira imagem, ela sugere que se limite o consumo de queijo e manteiga e no texto diz para limitar o consumo de leite, efectivamente porque são prejudiciais.

    Quanto à outra imagem referente à pirâmide dos alimentos, além de não ter sido produzida em Harvard, era realmente apoiada por Harvard até se chegarem a estas novas conclusões sobre a alimentação (que saíram em 2011).

    Cumprimentos,

    Paradigma da Matrix

  7. Bom dia.

    Bom dia.

    Por mais razões que existam contra os laticínios e, estou certo que existem, basta que consideremos as ambientais, as da saúde humana e do bem-estar animal, não poderemos substituí-los de um dia para o outro por alternativas, sejam elas quais forem.

    As realidades e verdade de hoje podem não ser as de amanhã, pois o conhecimento está sempre em mudança e os interesses económicos também pesam e muito.

    Não devemos acreditar em tudo o que é divulgado na internet sem uma avaliação cautelosa do conteúdo que, muitas vezes, é adulterado na tradução e/ou transcrição parcial da fonte, técnicas usadas para manipulação do sentido das coisas, que acaba deturpado na maioria das vezes.

    Polémicas e insultos à parte, basta atentar ao fato de que a produção de 1 litro de leite implicar a mobilização de uma área de terra arável e de água doce consideráveis por contraponto às quantidades necessárias dos mesmos bens para a produção de 1 litro de “leite” de soja. Isso por si só, já faria ponderar pelo abandono da produção do leite animal. Pelo menos na escala atual….!

  8. Então e porque é que não começam por impedir os refrigerantes e as cadeias de fast food?

    Os produtos naturais fazem mal mas e os processados e vastamente calóricos?

  9. Parabens por manipular uma noticia de forma a dar a premissa que desejava. Deve sentir-se orgulhoso por traduzir mal, e demonstrar ser ignorante. Parabens!

  10. Amigo Jorge Nunes,

    O artigo original está aí exposto para qualquer um consultar.

    Se acha que a tradução foi mal feita, então faça o favor de nos indicar aqui, quais os trechos mal traduzidos.

    Cumprimentos.

  11. Bebo leite e seus derivados há 84 anos e, felizmente, por enquanto, não tive câncer de próstata e não acredito, se chegar a ter, que o leite seja o responsável. Infelizmente mesmo em revistas científicas saem absurdos; geralmente de “pesquisadores” que querem aparecer. Há os que estudam 10 casos e publicam que em 100… Não sei se as gorduras do leite homogeneizado- processo em que uma molécula de gordura é prensada e se transforma em centenas – provocam as moléstias atribuidas a ela. Falem o que quiser, mas um leite com 4% de gordura é uma delícia. O iogurte então nem se fala. Um ditado caucasiano:” coma coalhada e viva 100 anos”.

  12. Esta notícia foi ridiculamente manipulada e o título é enganoso. Harvard NÃO retirou leites e derivados da pirâmide, como mostra o desenho no site da instituição. Na verdade, o texto dá ênfase ao prato saudável, no qual, obviamente, não constam leite e derivados porque normalmente não se come isso em uma refeição no prato. Ainda NÃO há evidências que lácteos causem quaisquer problemas nutricionais ou de saúde. O site Paradigma da Matrix apenas reafirma sua ignorância, seja científica ou de linguagem (ou mesmo falta de idoneidade?) ao reafirmar a mentira em respostas aos comentários. Atitude totalmente anti-profissional e tendenciosa. As pessoas devem sempre verificar a fonte das noticias antes de postarem, compartilharem ou comentarem uma publicação.

  13. Roque, somos a única espécie que consome leite quando adultos simplesmente porque as outras espécies não têm como tomar leite depois de adultos! Mas experimente dar um prato de leite para um gato adulto para ver o que acontece….

  14. José Carlos,

    De facto, a expressão mais adequada talvez fosse “limita” em vez de “retira”, porque Harvard enquanto instituição, foi isso que propôs.

    E a bem da verdade, optamos por alterar o título do nosso artigo nesse sentido, pois o nosso objectivo é chegar à verdade e não provar qualquer tipo de ideologia.

    Seja como for, alguns cientistas de Harvard, como David Ludwig, advogam mesmo contra o consumo do leite, como se poderá ler em:

    http://www.dailymail.co.uk/news/article-2353336/Got-milk-Better-make-sure-s-low-fat-sugar-free.html

    Obrigado pela sua participação e contribuição.

  15. Isso pareceu até falácia de político! Eu não posso, em hipótese alguma, argumentar que o leite é ruim pois usam hormônios, antibióticos e químicos. Isso é um erro científico bem distorcido. O leite por si só não é ruim, se colocam homônios ou outros aditivos, portanto são eles que causam o problema. O animal produtor de leite, no contexto atual, causa sofrimento ao animal. Sim isso é um fato irrefutável, MAS de muito longe eu posso concluir que por causa disso o leite é ruim, não é nem lógico e nem científico chegar nessa conclusão.
    Por fim, o único melhor argumento seria incluir os vegetais que suprem as mesmas necessidades de cálcio na pirâmide alimentar, sem tirar o leite em hipótese alguma! Isso é um erro que se passa para os profissionais de nutrição e para a população, pois existe muitas pessoas em cidades pequenas, do interior que vivem de maneira simbionte, assim muito saudável em todos os aspectos possíveis, que nenhum vegano no mundo seria capaz de achar problemas, com animais que fornecem leite e assim tendo as necessidades de cálcio supridas sem nenhum contra posto da reportagem.
    Tirar o leite da piramide tem mais um aspecto político que científico, já que o correto seria orientar os nutricionistas e a população que o leite industrializado pode ser substituído por fontes de cálcio e proteínas muito melhores, que se encontram em boa parte dos vegetais e não inventar histórias dando a entender que não é mais possível obter leite saudável ou que não existem animais livres que fornecem leite de maneira justa e “humanitária”, ou seja, que a culpa é a existência do leite. Mais ciência e lógica e menos política e apelo à causas.

  16. Sou produtor de leite orgânico, e estudei muito afundo o assunto antes de começar. O leite é um alimento de uma riqueza enorme. Claro que existem pessoas mal informada , que se utilizam de hormônios e antibióticos para uma maior produção, mas nem todos são assim. Existem propriedades no leite que em outros alimentos são de baixa qualidade. O que não pode é exagerar no tomar um bom leiteinho, tudo que é demais se torna prejudicial.

  17. Bom, Harvard retirando ou não o o leite e derivados da pirâmide alimentar, vou continuar utilizando o leite. Sem exageros, como faço desde criança.
    Todas as novidades sobre alimentos só servem pra aumentar os preços deles, parece mais campanha de interessados em ganhar dinheiro em cima dessas informações doidas.

  18. QUALQUER PESSOA ,NÃO PRECISA SER MÉDICO SABE QUE O CRIADOR FEZ PARA CADA ESPÉCIE ANIMAL UM TIPO DE ALIMENTO. E POR ISSO OS ANIMAIS CARNÍVOROS TEM DENTES DIFERENTES , TEM SUCOS DIGESTIVOS DIFERENTES ,TEM O COMPRIMENTO DOS INTESTINOS DIFERENTES E SUCOS DIGESTIVOS TÃO DIFERENTES QUE DIGEREM ATÉ OSSOS. O DR .OTTO WARBURG, ALEMÃO ,GANHOU O PRÊMIO NOBEL EM 1931 COM A TESE E DEMONSTRAÇÃO QUE A CARNE É UM MATERIAL
    { ESCREVI MATERIAL E NÃO ALIMENTO, ( PARA O SER HUMANO ) } PORQUE
    ACIDIFICA O ORGANISMO E O SEU CONSUMO PROVOCA O APARECIMENTO DO CÂNCER, JUSTAMENTE POR SUA ACIDEZ . ESTA EXPOSIÇÃO FICARÁ INVÁLIDA SE O SR. HENRIQUE CARRIÇO PROVAR QUE ELE SABE MAIS QUE O DOUTOR OTTO WARBURG . QUAL SERÁ A UNIVERSIDADE QUE O SR CARRIÇO FREQUENTOU ?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here