As grandes famílias que dirigem o mundo

4
3125
As famílias que gerem o mundo
As famílias que gerem o mundo

Algumas pessoas começaram a perceber que existem grandes grupos financeiros que dominam o mundo. Esqueçam as intrigas políticas, conflitos, revoluções e guerras. Nada é ao acaso. Tudo foi planeado há muito tempo.

Alguns apelidam-no de “teorias da conspiração” ou Nova Ordem Mundial. De qualquer forma, a chave para compreender os actuais eventos políticos e económicos é um núcleo restrito de famílias que acumularam uma incrível riqueza e poder.

Estamos a falar de 6, 8 ou talvez 12 famílias que realmente dominam o mundo. Sei que é um mistério difícil de desvendar.

Nós não estaremos longe da verdade citando Goldman Sachs, Rockefellers, Loebs Kuh e Lehman em Nova York, os Rothschilds de Paris e Londres, o Warburgs de Hamburgo, Paris e Lazards Brothers de Paris e Israel Moses Seifs de Roma.

Muitas pessoas já ouviram falar do Grupo Bilderberg, os Illuminati ou a Comissão Trilateral. Mas quais são os nomes das famílias que dirigem o mundo e têm controlo de estados e organizações internacionais como a ONU, a NATO ou o FMI?

Para tentar responder a esta pergunta, podemos começar com o mais fácil: o inventário do maiores bancos do mundo e ver quem são os accionistas que tomam as decisões.

As maiores empresas do mundo actualmente são: Bank of America, JP Morgan, Citigroup, Wells Fargo, Goldman Sachs e Morgan Stanley.

Vamos agora analisar quem são seus accionistas:

Bank of America:

State Street Corporation, Vanguard Group, BlackRock, FMR (Fidelity), Paulson, JP Morgan, T. Rowe, Capital World Investors, AXA, Bank of NY e Mellon.

JP Morgan:

State Street Corp, Vanguard Group, FMR, BlackRock, T. Rowe, AXA, Capital Investor Mundial, Capital Research Global Investor, Northern Trust Corp e Bank of Mellon.

Citigroup:

State Street Corporation, Vanguard Group, BlackRock, Paulson, FMR, Capital World Investor, JP Morgan, Northern Trust Corporation, Fairhome Capital Mgmt e Bank of NY Mellon.

Wells Fargo:

Berkshire Hathaway, FMR, State Street, Vanguard Group, Capital World Investors, BlackRock, Wellington Mgmt, AXA, T. Rowe e Davis Selected Advisers.

Podemos agora constatar o que parece ser um núcleo presente em todos os bancos: State Street Corporation, Vanguard Group, BlackRock e FMR (Fidelity). Para evitar repeti-los, vamos chamá-los de “Os Quatro Grandes”.

Goldman Sachs:

Os Quatro Grandes“, Wellington, Capital Mundial Investors, AXA, Massachusetts Financial Service e T. Rowe.

Morgan Stanley:

Os Quatro Grandes“, Mitsubishi UFJ, Franklin Resources, AXA, T. Rowe, Bank of NY, Mellon e Jennison Associates.

Podemos verificar os nomes dos principais accionistas. Para ir mais longe, podemos agora tentar descobrir accionistas dessas empresas e accionistas de grandes bancos no mundo inteiro.

Bank of NY Mellon:

Davis Selected, Massachusetts Serviços Financeiros, Capital Research Global Investor, Dodge, Cox, Southeatern Activos Mgmt. e … “Os Quatro Grandes“.

State Street Corporation (um dos “Quatro Grandes“):

Massachusetts Serviços Financeiros, Capital Research Global Investor, Barrow Hanley, GE, Putnam Investimentos e … os “Quatro Grandes” (os próprios accionistas!)

BlackRock (outro dos “Quatro Grandes“):

PNC, Barclays e CIC.

Quem está por trás do PNC? FMR (Fidelity), BlackRock, State Street, etc.

E por trás da Barclays ? BlackRock.

E poderíamos continuar durante horas, passando pelos paraísos fiscais nas Ilhas Cayman, o Mónaco ou o domicílio legal das empresas Shell em Liechtenstein. Uma rede onde as empresas são sempre as mesmas, mas nunca um nome de uma família.

Em suma: as oito maiores empresas financeiras dos EUA (JP Morgan, Wells Fargo, Bank of America, Citigroup, Goldman Sachs, EUA Bancorp, Bank of New York Mellon e Morgan Stanley) são 100% controladas por dez accionistas e nós temos quatro empresas sempre presentes em todas as decisões: BlackRock, State Street, Vanguard e Fidelity.

Além disso, a Reserva Federal é composta por 12 bancos, representada por um concelho de sete pessoas, que é composto por representantes dos “Quatro Grandes“, que por sua vez, estão presentes em todas as outras entidades.

Sucintamente, a Reserva Federal é controlada por quatro grandes empresas privadas: BlackRock, State Street, Vanguard e Fidelity. Essas empresas controlam a política monetária dos EUA (e no mundo) sem qualquer regulamentação ou escolha “democrática”. Essas empresas lançaram e participaram na crise mundial económica actual e conseguiram assim tornar-se ainda mais ricas e poderosas.

Para terminar, uma olhada nalgumas das empresas controladas por este grupo dos “Quatro Grandes” :

Alcoa Inc.

Altria Group Inc.

American International Group Inc.

AT&T Inc.

Boeing Co.

Caterpillar Inc.

Coca-Cola Co.

DuPont & Co.

Exxon Mobil Corp.

General Electric Co.

General Motors Corporation

Hewlett-Packard Co.

Home Depot Inc.

Honeywell International Inc.

Intel Corp.

International Business Machines Corp.

Johnson & Johnson

JP Morgan Chase & Co.

McDonald’s Corp.

Merck & Co. Inc.

Microsoft Corp.

3M Co.

Pfizer Inc.

Procter & Gamble Co.

United Technologies Corp.

Verizon Communications Inc.

Wal-Mart Stores Inc.

Time Warner

Walt Disney

Viacom

Rupert Murdoch’s News Corporation.,

CBS Corporation

NBC Universal

Os mesmos “Quatro Grandes” controlam a grande maioria das empresas europeias contidas na bolsa de valores.

Além disso, todas essas pessoas dirigem as grandes instituições financeiras, como o FMI, o Banco Central Europeu ou o Banco Mundial, e foram “treinados” e permanecem “empregados” dos “Quatro Grandes” para os quais foram formados.

Os nomes das famílias que controlam os “Quatro Grandes” nunca aparecem.

4 COMENTÁRIOS

  1. Os nomes cerca de 13 famílias: Os orsinis familia judaica(Itália) cujo símbolo é o Urso que inclusive está no brasão do Vaticano, eles estão por trás do poder da igreja, os orsinis estão também intimamente ligados aos Palavicinis, e aos Rosenbergs(de grande influêcia nos EUA,etc. Se pesquisarmos bem vamos ver que são todos de origem judaica assim como todas essas empresas listadas no neste post são dirigidas por judeus. A elite global é judaico-sionista(banqueiros internaiconais).

  2. É a riqueza que se concentrou no mundo que controlando os governos, fez crise económica mundial que agora não sabem como sair dela. Se é na concentração da riqueza que está o mal, só se resolverá a crise usando o poder, não para a concentrar ainda mais, mas o inverso. Este não é um desafio para governos vendidos.

  3. Suas produções são fantásticas e verdadeiras. Apenas tolos não pactuam dessas maravilhas para esclarecer aos menos pensantes.Maravilhoso!Abraços.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here